Follow by Email

Pesquisar este blog

sexta-feira, 25 de julho de 2014

UNIDADE RECEBE REFRIGERADORES PARA CONSERVAÇÃO DE VACINAS ANTIRRÁBICAS


A Unidade de Vigilância e Fiscalização Sanitária em Zoonoses Paulo Dacorso Filho recebeu, ontem, três refrigeradores que serão destinados à conservação de vacinas antirrábicas, visando dar maior suporte às ações desenvolvidas nas campanhas de vacinação no Município do Rio de Janeiro.
Esses refrigeradores fazem parte de um projeto para ampliação da rede de frio da Unidade. Essa ampliação promoverá melhorias substanciais no recebimento, armazenamento, conservação, manipulação e transporte dos imunobiológicos, que devem ser mantidos em condições adequadas de refrigeração, conforme preconiza o Manual de Rede de Frio do Programa Nacional de Imunizações da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.
A raiva é uma enfermidade infecciosa aguda de etiologia viral que atinge mamíferos, inclusive o homem. Caracteriza-se por sintomatologia nervosa resultante de encefalopatia e por apresentar letalidade de cerca de 100%. Trata-se de uma zoonose que envolve diferentes espécies animais e seu controle exige medidas voltadas à redução da circulação viral na espécie de maior relevância epidemiológica numa determinada região geográfica. Em áreas urbanas o cão é o principal reservatório e fonte de infecção. As medidas de controle e prevenção são determinadas pelo Programa Nacional de Profilaxia da Raiva do Ministério da Saúde. Na Cidade do Rio de Janeiro a raiva se encontra sob controle epidemiológico em sua forma urbana. Em 1984 e 1995, respectivamente, ocorreram os últimos casos da doença em humanos e em cães/gatos. A UPDF realiza a Campanha de Vacinação Antirrábica desde 1988.


0 comentários:

Postar um comentário